sábado, 19 de fevereiro de 2011

Telma.



Sabes, à dias que a saudade se desvanece, deixo-a de sentir. Não, não te esqueci. Apenas me acostumei a viver com esta dor e angustia que me consome dia após dia. Dava tudo para estar ai contigo, para te cantar os parabéns ou só mesmo para te dar um abraço. Não posso. Temos 500 Km que nos separam, que separam duas almas, dois corações.
Passámos por muito, chorei muito quando te foste embora, fiquei com a alma apertada quando me dizias que estavas mal, sorri quando via as nossas fotografias parvas e naturais. Somos assim.
Se tudo fosse tão fácil eu iria todos os dias ai para te ver rir só mais uma vez, não é.
Quero que este, como todos os dias da tua vida seja passado com todas as pessoas que te querem pelo melhor, as que não querem que fiquem também para te ensinarem a perder. Eu cá estarei para te ver ganhar de novo.
Se à coisa que aprendi na vida foi a valorizar cada minuto que estou contigo, porque esses são os minutos que fazem valer um ano sem ti. São os minutos que me fazem rir com as tuas piadas, me fazem pensar quando olhas para mim, me fazem tremer quando ficas menos bem. Tantas vezes que me lembro do Verão, do Natal, de todos os momentos juntas. Dos momentos em que mais nada importava, dos momentos em que pensávamos que iriam durar para sempre. Duraram e ainda duram. Gosto de ti. Prometo que irei fazer de tudo para estar contigo o mais rápido possível, não quero perder a tua primeira ruga por nada deste mundo :P

Parabéns , Irmã!

O amor é um sim continuado, e o nosso sim é para sempre.


Patrícia Silva.

4 comentários:

  1. passei para desejar uma boa semana (:
    beijos*

    ResponderEliminar
  2. de nada querida (:
    então? :o

    obrigada , beijinho*

    ResponderEliminar
  3. ah pois isso, eu já me tinha esquecido por segundos de que a escola existia mas pronto :x

    ResponderEliminar
  4. Gostei...

    Aproveito para deixar o endereço do meu blog http://viagemsemretorno.blogspot.com/

    ResponderEliminar